Posts com Tag ‘1/35’

 CAT D9 -apelidado Doobi, urso de pelúcia ( hebraico : דובי )- é um Caterpillar D9 bulldozer blindado que foi modificado pelas Forças de Defesa de Israel , Israel Military Industries e Israel Aerospace Industries para aumentar a capacidade de sobrevivência do bulldozer em ambiente hostil e permitir-lhe resistir a ataques pesados, tornando-o adequado para o uso por engenheiros militares.

O D9R, é a última geração dos tratores  Caterpillar D9 em serviço na IDF, tem uma potência de 405-410 cavalos  e força de tração de 71,6 toneladas (cerca de 716 k N ). As gerações mais velhas, como D9L e D9N ainda estão em serviço, principalmente nas forças de reserva. O D9 tem uma tripulação de dois: operador e comandante. Ele é operado pela TZAMA (Em hebraico : צמ”ה = ציוד מכני הנדסי ) unidades do Corpo de Engenharia de Combate .

A principal modificação IDF é a instalação de um kit de armadura que fornece proteção para os sistemas mecânicos e para a cabine de comando. O operador e o comandante estão protegidos dentro de uma cabine blindada (“cockpit”), com vidro à prova de balas janelas para proteção contra bombas , metralhadoras , e atiradores.

Os tratores D9 modificados pode ser equipado com características diferentes, tais como armas operadas por tripulantes, projetores de fumaça, ou lançadores de granadas . A blindagem do D9 torna imune a minas terrestres e IED .

O IDF usa o D9 para uma ampla variedade de tarefas de engenharia de combate, tais como obras de terraplanagem , escavação, fossos, montagem de barreiras de areia, construção de fortificações , resgate de veículos blindados de combate  destruidos ou danificados (juntamente com o Veículo de recuperação M88 ), limpeza de áreas com minas terrestres , detonação de IEDs e explosivos, manuseio de armadilhas, bem como demolição de estruturas, atuando inclusive sob fogo.

Anúncios

Puma Sd. Kfz. 234/2

Publicado: 07/07/2013 em Militaria
Tags:, , , ,

Fabricante: Bussing-NAG.
Tripulação: 4
Armamento Principal: – Canhão1 x 50mm KwK Mod.39 L/60. 1 mg-42, 7.92mm.
Blindagem: 8 milímetros lados, 30 mm na frente
Comprimento: 6.8 – Incluindo canhão: 7.4M.
Largura: 2.33M.
Altura: 2.38M.
Peso vazio: 10200Kg. – Peso preparado para combate: 11740Kg.
Sistema de tração: Oito rodas motrizes.
Motor: Tatra-103 Potência: 210 CV.
Velocidade máxima: : 85 Km/h – Velocidade em terreno irregular: 30 Km/h.
Autonomia máxima: 1000 km em estrada, 600 km off road.
O SdKfz 234 «Puma» foi o resultado do pedido por parte do exército alemão para um veículo 8×8 de grande mobilidade adequado para operação em climas tropicais.

Entre as exigências apresentadas pela Wermacht para o novo veículo estava a obrigação de utilizar o mesmo sistema de transmissão 8×8 do SdKfz 231, um motor a Diesel refrigerado a ar e maior capacidade para atravessar cursos de água.

O Puma foi provavelmente o mais eficiente e tecnicamente mais avançado de todos os veículos deste tipo que entraram ao serviço durante a II Guerra Mundial em qualquer país.

O primeiro modelo foi o SdKfz-234/1, que foi armado com um canhão de 20mm devido a falta de canhões 50 mm. O segundo e mais importante modelo do Puma foi o SdKfz-234/2, equipado com canhão de 50 mm, o que dava ao ele uma capacidade muito considerável mesmo contra veículos blindados mais poderosos.

Duas versões adicionais do Puma foram igualmente produzidas:

O SdKfz-234/3, equipado com um canhão de 75mm de baixa pressão e o SdKfz-234/4, equipado com um canhão de 75mm capaz de engajar carros de combate.

Estes dois últimos Puma, foram também sinal da absoluta necessidade de plataformas com armas suficientemente poderosas para permitir atacar a avalanche de tanques russos e americanos com que a Alemanha se defrontou na fase final da guerra. Embora extremamente rápido e manobrável, o Puma, por causa da sua complexidade era caro de construir.

Mas as suas reconhecidas qualidades justificaram a sua continuação nas linhas de produção mesmo até o fim da guerra.

Após o desgaste:

 

Kit Italeri com injeção antiga mas de qualidade relativamente boa.

O interior do kit é pouco detalhado e pode ser trabalhado por modelistas experientes para se tornar apresentável.

U-Boat BIBER

Publicado: 23/12/2012 em Naval, Plastimodelismo
Tags:, ,

Biber  era um alemão submarino anão da Segunda Guerra Mundial . Armado com dois torpedos de 21 polegadas (53 cm) ou minas, montados externamente, eles tinham a intenção de atacar navegação costeira, eram operado por apenas um tripulante. Eles foram os menores submarinos da Kriegsmarine .

O Biber foi  desenvolvido para ajudar a enfrentar a ameaça de uma invasão aliada da Europa . Isto resultou em falhas técnicas básicas que, combinados com a formação inadequada dos seus operadores, nunca representou uma ameaça real para os navios aliados, apesar de 324 submarinos entregues. Um dos poucos sucessos do BIEBER foi o naufrágio do navio de carga Alan A. Dale .

O Biber, quando na superfície, era alimentado por um motor a gasolina Otto blitz de 32 hp (24 kW), apesar das preocupações sobre os riscos do monóxido de carbono que o motor emitia. O motor tinha a vantagem de ser barato e disponível em grande número. Propulsão enquanto submerso era fornecida por um motor elétrico de 13 cavalos de potência alimentado por três conjuntos baterias.

 

O kit da Italeri é de excelente qualidade e fica com 18,6 cm depois de montado. Acompanha photo etched, 2 figuras e a folha de dacais oferece as opções do Mar do norte, depois de 1944 e Noruega 1945, além de várias opções de numeração.

Eu escolhi a opção de montagem da Noruega por apresentar uma pintura mais desafiadora.

Mais um trabalho em Scratch Build. Esse modelo é baseado na forma básica de um escorpião e antes que alguém comente sobre a quantidade de pernas e que escorpião não voa, lembre-se que esse é um modelo de ficção e não uma cópia do organismo. Espero que gostem!.

O modelo foi feito basicamente com chapas de estireno e peças de computador e criatividade.

Esse é mais um modelo do universo “DUST” de Paolo Parente. O kit tem uma injeção de excelente qualidade, porém a folha de instruções resume-se a uma fotografia de uma outra versão do modelo e outra foto mostrando todas as peças desmontadas. Os canos da arma são usinados e de excelente qualidade.

Para quem gosta de ficção cientifica, esse é um kit que não pode faltar na coleção.

Em breve vou colocar o kit em uma base para compor um diorama.

 

Mais um kit de resina da WESPER MODELS. A qualidade desse kit segue o padrão do fabricante: Tem que trabalhar muito para ter chegar a um resultado interessante. O manual de instruções é simplesmente um folha com desenhos que não orienta claramente a montagem. Não tem indicação de pintura nem folha de decais. Não é um kit para modelistas iniciantes!

 

A loja Mania de kit tem um variedade muito boa dos modelos da WESP, tanto na escala 1/35 quanto na 1/72. Vale a pena conferir!

S-65 (11,2 ton, motor diesel M-17com 65-75 hp ) foi produzido entre 1937-1941 (37.626 unidades) – O primeiro trator diesel Soviético produzido em série.
Os tratores tinham velocidade perto 07 a 08 km / h, e podia rebocar aproximadamente 4 t (S-65), eles eram bastante confiáveis​​, especialmente durante os invernos, e tinha uma excelente capacidade de cross-country. A versão SG-65 era equipado com um gerador de gás, usando lenha como combustível.

A baixa velocidade fazia desses tratores alvos fáceis e isso foi a causa de pesadas perdas sofridas pelos soviéticos.

Em janeiro de 1941 o Exército Soviético tinha 5.646 tratores de lagarta da S-60, S-65 e STZ-3 (em vez de 10.434 necessários para unidades de infantaria, artilharia de tanques e de engenharia), também muitos milhares destes tratores agrícolas foram mobilizados durante a Segunda Guerra Mundial. Muitos deles foram perdidos ou capturados pelos exércitos alemão e também finlandês, que usou tratores soviéticos também muito para rebocar as armas de médio / pesado e tanques danificados.

O kit é da WESPE MODEL. É todo feito em resina e a qualidade é boa, mas é um kit para modelistas experientes. O manual de instruções é péssimo e deixa muitas dúvidas. É necessário buscar referências.