Posts com Tag ‘italeri’

Puma Sd. Kfz. 234/2

Publicado: 07/07/2013 em Militaria
Tags:, , , ,

Fabricante: Bussing-NAG.
Tripulação: 4
Armamento Principal: – Canhão1 x 50mm KwK Mod.39 L/60. 1 mg-42, 7.92mm.
Blindagem: 8 milímetros lados, 30 mm na frente
Comprimento: 6.8 – Incluindo canhão: 7.4M.
Largura: 2.33M.
Altura: 2.38M.
Peso vazio: 10200Kg. – Peso preparado para combate: 11740Kg.
Sistema de tração: Oito rodas motrizes.
Motor: Tatra-103 Potência: 210 CV.
Velocidade máxima: : 85 Km/h – Velocidade em terreno irregular: 30 Km/h.
Autonomia máxima: 1000 km em estrada, 600 km off road.
O SdKfz 234 «Puma» foi o resultado do pedido por parte do exército alemão para um veículo 8×8 de grande mobilidade adequado para operação em climas tropicais.

Entre as exigências apresentadas pela Wermacht para o novo veículo estava a obrigação de utilizar o mesmo sistema de transmissão 8×8 do SdKfz 231, um motor a Diesel refrigerado a ar e maior capacidade para atravessar cursos de água.

O Puma foi provavelmente o mais eficiente e tecnicamente mais avançado de todos os veículos deste tipo que entraram ao serviço durante a II Guerra Mundial em qualquer país.

O primeiro modelo foi o SdKfz-234/1, que foi armado com um canhão de 20mm devido a falta de canhões 50 mm. O segundo e mais importante modelo do Puma foi o SdKfz-234/2, equipado com canhão de 50 mm, o que dava ao ele uma capacidade muito considerável mesmo contra veículos blindados mais poderosos.

Duas versões adicionais do Puma foram igualmente produzidas:

O SdKfz-234/3, equipado com um canhão de 75mm de baixa pressão e o SdKfz-234/4, equipado com um canhão de 75mm capaz de engajar carros de combate.

Estes dois últimos Puma, foram também sinal da absoluta necessidade de plataformas com armas suficientemente poderosas para permitir atacar a avalanche de tanques russos e americanos com que a Alemanha se defrontou na fase final da guerra. Embora extremamente rápido e manobrável, o Puma, por causa da sua complexidade era caro de construir.

Mas as suas reconhecidas qualidades justificaram a sua continuação nas linhas de produção mesmo até o fim da guerra.

Após o desgaste:

 

Kit Italeri com injeção antiga mas de qualidade relativamente boa.

O interior do kit é pouco detalhado e pode ser trabalhado por modelistas experientes para se tornar apresentável.

Anúncios

U-Boat BIBER

Publicado: 23/12/2012 em Naval, Plastimodelismo
Tags:, ,

Biber  era um alemão submarino anão da Segunda Guerra Mundial . Armado com dois torpedos de 21 polegadas (53 cm) ou minas, montados externamente, eles tinham a intenção de atacar navegação costeira, eram operado por apenas um tripulante. Eles foram os menores submarinos da Kriegsmarine .

O Biber foi  desenvolvido para ajudar a enfrentar a ameaça de uma invasão aliada da Europa . Isto resultou em falhas técnicas básicas que, combinados com a formação inadequada dos seus operadores, nunca representou uma ameaça real para os navios aliados, apesar de 324 submarinos entregues. Um dos poucos sucessos do BIEBER foi o naufrágio do navio de carga Alan A. Dale .

O Biber, quando na superfície, era alimentado por um motor a gasolina Otto blitz de 32 hp (24 kW), apesar das preocupações sobre os riscos do monóxido de carbono que o motor emitia. O motor tinha a vantagem de ser barato e disponível em grande número. Propulsão enquanto submerso era fornecida por um motor elétrico de 13 cavalos de potência alimentado por três conjuntos baterias.

 

O kit da Italeri é de excelente qualidade e fica com 18,6 cm depois de montado. Acompanha photo etched, 2 figuras e a folha de dacais oferece as opções do Mar do norte, depois de 1944 e Noruega 1945, além de várias opções de numeração.

Eu escolhi a opção de montagem da Noruega por apresentar uma pintura mais desafiadora.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Excelente Kit 1/35 Italeri! A única ressalva é quanto aos faróis, pois as instruções informam que os mesmos devem ser pintados e não acompanha as peças transparentes que tem o proposito de servir como lentes.